Comunicação

Quem Somos
NATALELUIA 2012 221212 004 @ Sergio Vanalli.jpg

Equipes trabalham nos bastidores para ampliar o acesso a tudo que se faz na igreja.

A capacidade do templo da Primeira Igreja Batista de Curitiba é para cerca de 4 mil pessoas, mas não é raro que um culto dominical tenha um público de mais de 5 mil espectadores. E isso sem fila no estacionamento, sem gente de pé ou sentada nos corredores. O segredo está na internet: a cada domingo cresce a quantidade de pessoas alcançadas pela transmissão online dos cultos, que ignora fronteiras físicas e permite que gente com difi culdades de locomoção adorem a Deus como se estivesse in loco.
Essa é uma das faces da área de comunicação da PIB, que usa ferramentas das mais modernas para servir outros setores da igreja e para espalhar a mensagem de Cristo até os confi ns da Terra, conforme Ele próprio ordenou. Há muitas outras, algumas bem conhecidas de quem freqüenta os cultos – o boletim, a captação e projeção das  imagens dos cultos nos telões e o telejornal Acontece na PIB, por exemplo – e outras desempenhadas nos bastidores, que muita gente desconhece, mas cujos frutos têm sido importantes.
Uma delas é a reprodução das mensagens nos CDs e DVDs que são vendidos na livraria e no site da igreja. Por meio deles, as pregações podem  sobreviver a períodos mais longos e alcançar muito mais gente. E não fi ca só nisso: há ainda os programas de rádio e de televisão. No rádio, seis  emissoras transmitem o Dia-a-Dia com Deus e levam as mensagens do pastor Paschoal Piragine Júnior (BBN Internacional, de Curitiba; Sara Brasil, de Araucária; HCJB, que transmite a partir de Curitiba para todo o país, em Ondas Curtas; Louvor Eterno, de Maringá; Nova Estação, de Recife; e Progresso de Ijuí). Na televisão, a Band Curitiba transmite versões adaptadas dos cultos nas manhãs de domingo.
Pela internet, a igreja está encontrando novas formas de expandir as transmissões de rádio e televisão. A Rádio PIB transmite música, programas das diversas áreas da igreja e mensagens 24 horas por dia. Em vídeo, também há conteúdo disponível todo o tempo: cultos, palestras, eventos e os DVDs da PIB alimentam a programação.
Falando assim, parece até que a Comunicação é uma coisa nova para a PIB, que está ligada a recursos mais modernos como a internet ou as mídias eletrônicas. Mas não: seu embrião surgiu em setembro de 1963, com a criação de um boletim dominical contendo informações sobre os acontecimentos da igreja, os aniversariantes e uma mensagem do pastor principal na primeira página. Os formatos, letras e cores do Boletim (que sobrevive até hoje) mudaram com o tempo, mas a essência sempre foi a mesma – deixar os membros informados.
A área de comunicação inclui ainda design, iluminação, datashow, fotografia e um segmento criado para manter o registro histórico das atividades da igreja. Ao todo são mais de 80 pessoas, a maioria voluntários, divididos em 12 diferentes coordenadorias, numa estrutura criada e supervisionada por Albert Martins de Oliveira Filho, ministro de Comunicação da PIB desde que essa área foi estabelecida formalmente, em 2006. Muitos desses setores trabalham em colaboração com outras áreas. É tempo de Nataleluia? A Comunicação está lá. Louvação? Também. Colônia de férias? Retiro de Carnaval? Inauguração do ginásio? Viagem missionária? Pode contar: em algum momento o pessoal da Comunicação trabalhou (ou trabalha) na organização,  divulgação ou viabilização desses eventos. Nas atividades cotidianas da igreja acontece a mesma coisa – ou alguém imagina como seriam os cultos da noite sem o esforço do pessoal da iluminação? Os teóricos costumam dizer que comunicação é a transmissão de uma mensagem a um ou mais destinatários, mediante o uso de diferentes meios.
Quem atua nessa área na PIB tem grandes desafios, porque os destinatários são muitos e os meios, bastante diferentes entre si. Mas o que anima a todos – inclusive à equipe que planejou, escreveu, desenhou e preparou para publicação esta revista – é a mensagem a ser transmitida, a mensagem da Cruz. Existe mensagem melhor?
Contato:
Albert Martins
(41) 3091-4321
comunicacao@pibcuritiba.org.br
Veja a mensagem no youtube
Share This