Integração

Quando nos referimos à integração de novos crentes no corpo de Cristo, estamos falando de um dos maiores desafios das igrejas locais de sua história.

A media de crescimento das igrejas evangélicas no Brasil durante a década de 2000 tem sido menor que 10% a cada ano.

O que você, como membro desta igreja pode fazer para que este percentual aumente e nossa igreja seja relevante nesta cidade?

Claro que o crescimento numérico não é o único indicador a ser analisado no desenvolvimento de uma igreja local, mas, sim partirmos do ensinamento de Jesus Cristo ao comissionar os seus discípulos para a obra da evangelização mundial, enfatizou a perspectiva multiplicadora da formação de discípulos. “Ide portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho e do Espirito Santo; ensinando-os a guardar todas as coisas que vos tenho ordenado. E eis que estou convosco todos os dias até a consumação do século”. Mateus 28:19-20. Neste texto destacamos alguns verbos: fazer, batizar, ensinar e guardar, indicando os aspectos fundamentais do processo de formação de um discípulo. Esta formação se dará fundamentalmente através da igreja local.   

Desde o ano de 2003 quando assumiu oficialmente o Ministério de Integração o Pr. Edson Murcia tem se empenhado em oportunizar à igreja o verdadeiro exercício da comunhão fraterna, experimentando uma fé relacional, resultando numa igreja viva e consciente de sua missão integradora, que poderá ser vista como corpo vivo de Cristo na terra, identificando-se com Jesus em sua missão integral. 

Ao deixar o Ministério de Casais e assumir esta função tão importante dentro do contexto ministerial da Primeira Igreja Batista de Curitiba, terei como tarefa primordial no Ministério de Integração, a capacitação e mobilização da igreja, bem como o exercício do amor e serviço cristão na consolidação dos resultados já obtidos nos programas evangelísticos,  tornando-se ainda mais uma parte integrante no processo de evangelização, trabalhando sempre sintonizado com os demais ministérios da igreja, visando o seu crescimento integral.    

Está nas mãos do Ministério de Integração a missão de inserir os crentes em potencial na comunidade da fé dos santos em Cristo. Assim  deveremos mobilizar a igreja    através dos supervisores de células, diáconos e coordenadores de discipulado dos vários ministérios no alcance desse fim criando esse ambiente ideal à construção de novos relacionamentos, nova fé e nova família. Contribuir para o desenvolvimento dos primeiros passos da nova vida em Cristo, em um novo estilo de vida, um novo ambiente e novas amizades.   

O evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus nos ensina alguns princípios básicos os quais fundamentarão a estrutura de funcionamento do ministério. “Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-os a guardar todas as coisas que vos tenho ordenado. E eis que estou convosco todos os dias até à consumação do século”. Mateus 28:19-20.

Share This