2018: 104 anos de histórias

O que levaria alguém a deixar sua pátria, sua família para aventurar-se em terras distantes, enfrentando dificuldades e privações? Só mesmo a convicção de que o Deus que chama é o Deus que supre e sustenta. Foi assim com Abraão. Ao ouvir o “sai da tua terra e da tua parentela”, logo obedeceu e foi… para onde mesmo? “Para uma terra que eu te mostrarei”.

A narrativa do Antigo Testamento é uma longa história de chamados: Abraão, Moisés, Josué. A história da igreja de Jesus não é diferente. Deus quer resgatar o homem à comunhão perdida no paraíso. Para essa missão, chamou primeiramente patriarcas e profetas; depois veio a revelação suprema do Pai — Jesus — que organizou a igreja e chamou Seus discípulos a continuar a grande tarefa.

Nós, discípulos de hoje, somos convocados a continuar essa missão de revelar ao mundo o amor eterno que resgata e salva. É nesse chamado que reside a origem e a razão de ser da Primeira Igreja Batista de Curitiba.

No início do século passado, obedecendo ao chamado do Senhor, o missionário Robert E. Petigrew deixou os Estados Unidos e veio ao Brasil, fixando-se no estado de Alagoas. Fruto de seu trabalho surgiu aí um nome que começaria a escrever a história da PIB Curitiba: Manoel Virgínio de Souza, pai de um de nossos mais antigos e respeitáveis membros, Sofonias de Souza. Nascido em 6 de abril de 1874, na cidade de Pilar, Alagoas, Manoel, bem cedo órfão, ficou aos cuidados da avó. Dificuldades de toda sorte levaram o jovem a exercer as mais diversas atividades: de sapateiro a pastor e músico.

Pr. Robert E. Petigrew

Pr. Robert E. Petigrew

Pr. Manoel Virgínio de Souza

Pr. Manoel Virgínio de Souza

Mais tarde, seu líder, o missionário Robert Pettigrew foi transferido para o litoral paranaense. Então, em 1911, são organizadas as primeiras igrejas no estado do Paraná: a de Paranaguá e Antonina.

Em 1912, a convite de Pettigrew, o pastor Manoel Virgínio de Souza desembarca em Paranaguá, com toda a sua prole: esposa, nove filhos e a ‘creada’. Reiniciou ali suas atividades evangelísticas, percorreu todo o litoral; ilhas, vilarejos, pequenas comunidades, todos ouviam de ‘seu Virgínio’ as novas do Evangelho. A visão missionária desse pastor, porém, não se restringiu ao litoral; logo subiu a Serra do Mar e anteviu o futuro.

Instalado em Curitiba, sua modesta casa tornou-se o templo e sua família, a igreja. Essa é a humilde origem da nossa PIB Curitiba, organizada oficialmente em 13 de maio de 1914, com dez membros e tendo como pastor interino o missionário Pettigrew. Nessa ocasião, levanta-se a primeira oferta missionária: 10.000 réis.

Vídeo institucional 2008

A Comunidade crescia …

O crescimento rápido dessa primeira comunidade Batista obrigou-a a sucessivas mudanças de endereço, culminando na Rua Aquidaban, 44 — atual Rua Emiliano Perneta, que futuramente passou a ser a sede da Faculdade de Direito de Curitiba e do Colégio Novo Ateneu.

Em 1918, chegou ao Paraná o missionário Artur Beriah Deter e sua família. Também sonhador e ousado, no ano seguinte tomou a iniciativa de construir um templo para a PIB. Ao preço de 14.000 réis, os então 15 membros adquiriram a propriedade localizada à Rua Visconde de Guarapuava, esquina com a Desembargador Westphalen.

A aquisição da propriedade e a construção do templo foram mais que projetos ousados, foram desafios de fé, na pequena cidade de Curitiba, capital ainda provinciana, com limitações e dificuldades e com um pequeno grupo de 115 membros de não muitas posses. Mas, quando Deus chama, Ele provê e a dívida de 93.000 réis foi paga com amor e com visão de futuro. Assim, um belo templo de estilo eclético, com capacidade para mil pessoas, foi erguido para a glória de Deus. A pedra fundamental foi lançada em 15 de abril de 1923 e a inauguração do templo ocorreu em grande solenidade pública, no dia 1º de janeiro de 1924.

Os anos se passaram e a igreja cresceu. De Robert Pettigrew, Artur Beriah Deter, João Emílio Henck a Ben Oliver, — enfim uma galeria de ilustres e dedicados servos de Deus lideraram entusiasticamente esta igreja.

O pastor João Emílio Henck, além de exercer um ministério marcante, de 1933 a 1948, promoveu uma ampliação nas instalações do templo e também foi um dos líderes pioneiros na organização da Sociedade Evangélica Beneficente e das campanhas para a construção do Hospital Evangélico de Curitiba. Sua esposa, dona Agá, foi a organizadora e primeira regente do coral A B Deter, grupo que, desde então, se dedica a ministrar louvor com qualidade e devoção. Em 1939, ano de seu Jubileu de Prata, a igreja tinha 183 membros.

De 1951 a 1959, o pastor Walter Kaschel dirigiu a igreja e implantou a abençoadora prática de retiros espirituais durante o Carnaval, prática que ainda hoje é observada e que em muito contribui para a comunhão e edificação da igreja. Em 13 de maio de 1964, a igreja, agora com 674 membros, sob a liderança do pastor Harald Schally, teve o privilégio de comemorar festiva e solenemente seu Jubileu de Ouro. Estavam presentes à solenidade inúmeros pastores de outras denominações, representantes do Governo do Estado, da Assembleia Legislativa e da Câmara Municipal de Curitiba. Durante o ato, prestou-se uma sincera e justa homenagem ao já saudoso pastor Manoel Virgínio de Souza por seu pioneirismo e dedicação à obra Batista no Paraná. Deus é bom!

À medida que o tempo passava, a igreja crescia e se fortalecia, de tal maneira que o templo da Visconde, além de estar comprometido em sua estrutura física, já não comportava mais seus membros. A única saída era procurar um novo espaço e construir um novo templo. E a igreja, desejosa de ver o reino de Deus se expandir, foi à luta com garra e muita oração, sob a liderança do pastor Marcílio Gomes Teixeira.

Alvará de construção no terreno da Av. Batel.

Alvará de construção no terreno da Av. Batel.

O atual Templo

Sob a direção dos pastores Henrique Diedan e Dereck Punchard, veio a mudança, mais rápida do que o esperado, pois a antiga construção já apresentava algum perigo. O ginásio de esportes, construído primeiro, abrigou a igreja enquanto o prédio de educação religiosa e o templo eram construídos.

Em 1988 o Pr. Paschoal Piragine Junior chegou a Curitiba com sua família e assumiu o pastorado da PIB. Na época eram 1200 membros. Permanece até hoje com sua eficiente direção e total dependência do Senhor.

Desde aquela época, o trabalho de construção no novo templo não parou. Campanhas e mobilizações com os membros foram feitas para erguer o templo e o prédio dos ministérios, mobiliar as instalações e torná-la mais confortável aos fiéis.

A Igreja do presente (2018) conta com 10.933 membros e uma equipe pastoral comprometida e atuante. A cada aniversário a igreja expressa toda gratidão ao Pai Eterno e honra seu atual pastor como um homem chamado por Deus para esse ministério, sabendo que também esta igreja é chamada a fazer diferença. Como Abraão, Isaque, Jacó, Moisés, Josué… somos chamados a revelar ao mundo o amor do Salvador. Que o Senhor nos inspire a cumprir esse chamado, a continuar plantando a boa semente e que toda a honra e a glória sejam a Ele para todo o sempre.

Vídeo institucional 100 anos – 2014

Linha do Tempo da construção da nossa igreja

Em meados de 1977 (63 anos após a fundação da igreja em Curitiba), a Primeira Igreja Batista estava crescendo, e se fortalecia de tal maneira, que o templo da Visconde de Guarapuava ficou comprometido em sua estrutura física e já não comportava mais seus membros. A única saída era procurar um novo espaço e construir um novo templo.

Naquela mesma época, um grupo de jovens viajou a São Paulo com o Pr. Marcílio Gomes Teixeira para conversar com um amigo arquiteto a respeito da “guia amarela” que tinham recebido da Prefeitura de Curitiba. A reunião aconteceu pela manhã e a resposta recebida do arquiteto ao analisar o documento foi “vocês precisarão comprar um terreno”. Preocupados, o grupo de jovens e o pastor foram a uma feira de grandes empresas – que estava acontecendo no Anhembi – para passar o tempo enquanto esperavam o ônibus de volta para Curitiba.

Na feira, um desses jovens – André Zacharow – foi reconhecido por uma senhora que estava em um dos stands – Maria Pia Matarazzo, presidente do grupo de empresas Matarazzo na época. Esse encontro foi planejado por Deus, pois, por meio dele, veio a compra do terreno onde a igreja está instalada hoje. Naquela tarde eles contaram a Maria o motivo da ida a São Paulo e ela ofereceu o terreno que tinha na Avenida Batel, em Curitiba. Foi o começo do grande desafio!

Terreno na Avenida do Batel em 1970

Primeiro culto no terreno em julho de 1978

Terraplanagem do terreno 1984

Entre 1977 e 1978 aconteceu a aquisição e a mudança para o novo terreno. Foi um período intenso, que pode ser contado como uma linda história de fé e fidelidade do Senhor.

O ginásio de esportes foi construído primeiro e abrigou a igreja enquanto o prédio de educação religiosa e o templo eram construídos.

Em 1988 o Pr. Paschoal Piragine Junior chegou a Curitiba com sua família e assumiu o pastorado da PIB, dando sequência ao trabalho de construção do novo templo.

Nos anos 1990, a Campanha Pró-Construção ficou mais forte, dando várias oportunidades para os membros entrarem nesta luta. O primeiro andar do prédio de ministérios foi concluído, e no dia 29 de março de 1993 a Capela ficou pronta – ainda sem os bancos, mas já era mais um espaço para o louvor e adoração ao nosso Deus.

Reunião Capitães (Comissão responsável pela construção na época) – junho de 1993

Em 1996 as fundações do novo templo estavam em andamento.

Em 2000, o terceiro pavimento – dos sete andares – do prédio de ministérios foi concluído e os elevadores para o prédio foram comprados. Os berçários também ficaram prontos. O Ginásio que era usado como templo começou a ser reformado para que a área de esportes que a PIB Curitiba tem hoje fosse construída.

De 2010 a 2012,  foram concluídos o acabamento do playground, a cobertura do espaço da Escola Bíblica Dominical, o Gabinete Pastoral (6º andar), banheiros e copas do 3°, 4° e 5° andares, a pista de skate, o revestimento em granito, o hall térreo, a subestação elétrica e os revestimentos externos do templo.

De 2012 a 2014, os últimos detalhes estavam sendo concluídos: a finalização do templo – instalação de poltronas, vitrais, revestimentos acústicos, esquadrias do templo e o hall de entrada pela Avenida Batel.

Primeira viga sendo instalada dezembro 2000

Primeira viga sendo instalada dezembro 2000

Vista aérea Avenida do Batel em 2001

Reta final área externa em 2013

Finalização do templo em 2014

Finalização do templo em 2014

Instalação dos vitrais

Área interna em 2014

Poltronas instaladas em 2014

Vídeo em comemoração aos 104 anos.

A Primeira Igreja Batista de Curitiba está localizada no Bairro do Batel, um dos bairros mais tradicionais de Curitiba. A localização é central e a igreja é conhecida pela maioria dos cidadãos curitibanos. O endereço é: Rua Bento Viana, 1200 (esquina com a Avenida Batel) – Batel – Curitiba-PR. Telefone: (41) 3091-4347 De ônibus: Linha Biarticulado – Capão Raso / Santa Cândida. Pare no estação (tubo) Bento Viana.

Hoje, com 13.300 m² de área total e 16.149 m² de área construída, temos 10.933 membros e uma equipe pastoral comprometida.

Acompanhem as etapas da construção em fotos panorâmicas: CLIQUE

Share This